Colóquio “Memória, consciência patrimonial e identidade de Santarém em tempo de guerra (1810-1811)”

Data / Hora
Date(s) - 02/03/2018
18:30 - 19:30

Categorias


Colóquio com Jorge Custódio no auditório do Museu Diocesano, dedicado a um período de especial crise identitária. Deixamos aqui algumas palavras de Jorge Custódio, do seu resumo:

“Apresenta-se um dos casos da crise de identidade de Santarém no primeiro quartel do século XIX, quando a Vila de Santarém se viu confrontada com uma deslocação social em massa do seu centro urbano de gravidade para lugares incertos em contexto de guerra peninsular. Desde a Idade Média nunca ocorrera um acontecimento desta natureza numa cidade tão martirizada desde o terramoto de 1755. Ao apelo da estratégica militar anglo-portuguesa, Santarém despovoa-se de cerca de 12 mil habitantes para umas escassas cinco centenas e meia de escalabitanos. É possível traçar algumas das rotas das diversas famílias, população monástica, indivíduos e gente anónima para as periferias do confronto militar, muitos abandonados à sua sorte.”